NOTAS

Tecnologia como alavanca de mudanças: A Mediação Inteligente

por CORREDURÍA INTELIGENTE

15 June 2020    •  5 minutos de leitura

O aparecimento no mercado de uma série de novas tecnologias está a abrir novas janelas de oportunidade que até agora eram inalcançáveis ou simplesmente inatingíveis para as pequenas e médias empresas.

Hoje em dia ninguém contesta que as empresas, independentemente da sua dimensão e sector, estão a ser afetadas pela convergência tecnológica para um mundo digital e global, e o sector dos seguros, e em particular os mediadores, não são exceção.

Muitas das chamadas empresas “insurtech” nasceram com base na tecnologia e em novos modelos de negócio, mas as mediadoras tradicionais também têm perante si oportunidades que devem ser aproveitadas através da digitalização.

A digitalização é uma oportunidade em todas as áreas de negócio, desde o atendimento ao cliente, às áreas técnicas de produtos e serviços até às áreas comerciais e de marketing. Por isso falamos em transformação digital, pois esta significa repensar o negócio do mediador, o modelo de relacionamento com clientes, empresas e colaboradores e a necessidade de adaptar os produtos de seguros clássicos às novas preferências dos consumidores, valorizando as oportunidades oferecidas pelas novas tecnologias.

Muitas mediadoras iniciaram este caminho com mais ou menos sucesso e estão a começar a explorar novos modelos de relação com os clientes, estratégias de fidelização baseadas em novos serviços, inovação com novos produtos de seguros e através de muitos outros métodos.

A mediação enfrenta o desafio de escolher e integrar novas tecnologias e soluções como forma de profissionalizar a gestão, inovar e competir melhor no mundo digital. Escusado será dizer que esta escolha é muito importante, pois é uma aposta a longo prazo que deve garantir não só a resposta tecnológica no presente, mas também a incorporação de novas tecnologias à medida que se consolidam e podem ser aplicadas na gestão quotidiana da mediação.

Não estamos a falar de produtos de gestão tipo ERP, mas sim de plataformas tecnológicas escaláveis, que crescem com o negócio, que permitem a conectividade com o seu ecossistema e que incorporam as soluções de gestão de mediação enquanto permitem também a integração com outras tecnologias e soluções de terceiros. E tudo isto num único ambiente.

A MPM Software, no seu compromisso de acompanhar a mediação na sua digitalização, está a promover um novo modelo de “Mediação Inteligente” o qual tem como base uma nova plataforma tecnológica na nuvem, a segElevia, para ajudar os mediadores e as seguradoras a avançar no caminho da excelência na gestão e na adaptação digital

Este modelo de “Mediação Inteligente” tem como base 4 pilares:

  1. Mediação orientada para o cliente: Conhecer melhor os seus clientes de forma a servi-los e fidelizá-los, antecipando as suas necessidades. Num modelo de relacionamento omnicanal. Maximizar a rentabilidade da mediação e inovar para crescer.
  2. Mediação colaborativa: Com uma visão comercial. Partilhando informação e trabalhando em equipa.
  3. Mediação produtiva: Com fluxos de trabalho e processos automatizados Com business intelligence para uma melhor gestão da mediação e da tomada de decisões.
  4. Mediação digital: Que adota tecnologia inovadora para a sua gestão e a sua relação com clientes e colaboradores. Mediação escalável à medida que o negócio cresce e que se adapta às mudanças do ambiente de mercado. Capaz de se diferenciar da concorrência.

A MPM Software pretende dar resposta à mediação promovendo este modelo de Mediação Inteligente através da segElevia, uma plataforma tecnológica na nuvem que reúne os frutos de anos de inovação e desenvolvimento. Quando falamos de uma plataforma, estamos a referir-nos a aspetos como a escalabilidade, modularidade e capacidade de integração e personalização, características essenciais para conceber soluções padrão ou “chave na mão”, dependendo da dimensão e complexidade da mediadora.

A segElevia redefiniu os modelos operacionais e as soluções de gestão de uma mediadora com base numa plataforma que cresce com o negócio e permite conectividade com o ecossistema e integração com tecnologias e soluções de terceiros.

O design da segElevia colocou o cliente no centro de tudo, com business intelligence que permite à mediação ter uma visão de 360º dos seus clientes e a informação certa na hora certa e em tempo real para conseguir uma mediação ainda mais inteligente, produtiva e proativa no seu relacionamento com os clientes.

Assim, uma “Mediação Inteligente” é capaz de dar resposta a perguntas específicas como: que tipo de cliente se trata?, com quem está relacionado? quantos prémios ou comissões trouxe?, possui muitos sinistros?, mas por outro lado, para fazer perguntas mais complexas como: vamos ter quedas na carteira de clientes?, de que produtos este cliente vai precisar?, etc.

Mas a “Mediação Inteligente” também atua de forma autónoma. A segElevia automatiza tarefas simples como o carregamento de dados das empresas (em formato EIAC, no caso da Espanha) ou o envio de comunicações aos clientes (cartas, e-mails, etc.), mas também tarefas sofisticadas como o acompanhamento de reclamações e a gestão da devolução de recibos (recuperações).

A plataforma segElevia:

  • Trabalha por nós e ajuda-nos a ganhar tempo para nos dedicarmos às vendas e ao serviço de atendimento ao cliente.
  • Ajuda-nos a conhecer a situação do nosso negócio e a tomar decisões.
  • Facilita os processos de comunicação e colaboração com clientes, colaboradores e companhias de seguros através de diferentes canais.
  • É mais eficiente e produtiva na execução de tarefas automatizadas.
  • Permite aceder à informação em tempo real, a partir de qualquer lugar e dispositivo.
  • Torna o nosso trabalho diário mais simples e a experiência do utilizador é excelente

Avançando no conceito de “Mediação Inteligente”, será possível, a curto prazo e mais cedo do que pensamos, incorporar capacidades na plataforma segElevia de modelos preditivos baseados em inteligência artificial (IA) para fidelizar os clientes e antecipar as suas necessidades, bem como aconselhá-los de forma personalizada com recomendações sobre novos produtos e serviços. Além disso, poderemos aplicar a inteligência artificial em outras áreas como uma nova interface para interações e conversas inteligentes e instantâneas com os clientes e prestarmos assim um aconselhamento mais personalizado.

Em suma, os nossos mediadores vão ser cada vez mais inteligentes através do uso da tecnologia e, dessa forma, a escolha de parceiros tecnológicos é uma decisão mais importante do que era no passado.  Na MPM Software já estamos preparados e a segElevia é a nossa solução e plataforma tecnológica para a mediação.

 

Interessad@ na transformação digital do teu negócio? Contamos-te como o fazer

Ver mais

Temas chave

PÍLULAS DE CONHECIMENTO

Instagram nos mediadores de seguros

O Instagram é uma das redes sociais que mais crescimento teve nos últimos anos. Embora o Facebook continue a liderar…

25 November 2020

Ler mais

PÍLULAS DE CONHECIMENTO

Gestão de equipas nos novos tempos

A pandemia tem sido o impulso que necessitávamos para terminar a nossa entrada na transformação digital. Mas além dos desafios…

2 November 2020

Ler mais

PÍLULAS DE CONHECIMENTO

Análise da concorrência e benchmarking

A análise da concorrência torna-se indispensável, não só para ficar a conhecer a nossa posição num setor, mas para identificar…

7 October 2020

Ler mais