PÍLULAS DE CONHECIMENTO

As 5 principais características de um bom líder

por MEDIAÇÃO INTELIGENTE

24 March 2022    •  4 minutos de leitura

Atualmente, numa altura em que a inovação tecnológica avança mais rapidamente do que nunca para se adaptar às novas necessidades da sociedade, as características de um bom líder devem ir além das capacidades interpessoais e da capacidade de inspirar e motivar os outros. Se quiser ficar a saber quais são essas caraterísticas, vamos indicá-las de seguida!

 

Características de um bom líder

Independentemente do setor em que opera, é necessário implementar alguma forma de liderança para poder gerir uma organização com sucesso. Embora existam diferentes tipos e muitas qualidades a destacar, existem cinco características principais que um bom líder no setor das seguradoras deve possuir.

Estas caraterísticas não se cingem ao nível emocional, mas incluem também a forma de conceber este negócio nos tempos que correm e a capacidade de se adaptar continuamente. Vamos, de seguida, analisar as mesmas em mais pormenor.

 

Conhecimentos sobre as novas ferramentas e metodologias de trabalho

Os sistemas tradicionais de gestão e liderança têm sido caracterizados como excessivamente rígidos e autoritários, com os líderes a impor os seus critérios à sua equipa e com uma comunicação unidirecional.

No entanto, os tempos estão a mudar e, como sociedade, tornou-se necessário optar por outras filosofias de trabalho que permitam dividir projetos, atribuir diferentes papéis e tarefas, com estruturas abertas e participativas e nas quais cada pessoa tenha o seu espaço para desenvolver a sua própria criatividade e capacidade de auto liderança.

Dentro desta nova estrutura, surgiram as seguintes metodologias de trabalho como a Agile, Lean ou Design Thinking. A primeira centra-se na gestão de projetos de forma mais rápida e flexível, com foco na entrega do produto e na adaptação a novas prioridades à medida que as mesmas vão aparecendo.

A metodologia Lean baseia-se no sistema Just In Time, que ajusta a produção à procura, minimiza as perdas e concentra-se em acrescentar valor para o cliente. A metodologia Design Thinking procura a criatividade coletiva com diretrizes de desenvolvimento a partir do indivíduo, com papéis e fases de trabalho e diretrizes ao nível do comportamento.

O que todos as metodologias têm em comum é a utilização da tecnologia e da inovação como métodos de trabalho. Dois aspetos essenciais para a sobrevivência das empresas atualmente e que, por isso, não podem ser descurados nas caraterísticas principais de um bom líder.

 

Capacidade de inovação nos modelos de negócio

A tecnologia e a inovação estão mais uma vez no centro das atenções, não só nas metodologias de trabalho, como também nos modelos de negócio. A adaptação a esta nova realidade deve ter lugar tanto ao nível da gestão interna como da sua projeção para o exterior.

A indústria dos seguros, e as seguradoras em particular neste caso, sempre foram concebidas como organizações rígidas, com modelos antigos e pouca capacidade de adaptação aos novos tempos. No entanto, não temos alternativa para sobreviver, e as características de um bom líder devem incluir a aceitação do ambiente digital como imprescindível e a capacidade de implementar novas ferramentas, canais e sistemas que aproveitem o potencial da tecnologia e permitam uma atualização da gestão.

 

Excelente formação

Costuma dizer-se que a experiência é um posto, mas como nos encontramos em ambientes em contínua mudança com propostas de gestão inovadoras, a formação nestas novas metodologias também é essencial. 

Além do ambiente web e da arquitetura na nuvem, existem tecnologias avançadas para a gestão empresarial com as quais devemos estar familiarizados, como a inteligência artificial, a Big Data para análise e subsequente tomada de decisões ou os chatbots que aceleram o atendimento ao cliente. 

 

Adaptação e pensamento estratégico

Mas não adianta ter o conhecimento das possibilidades oferecidas pela tecnologia e pela inovação se não temos a capacidade de nos adaptarmos e de implementarmos as soluções reveladas. E, além de abraçar os desenvolvimentos atuais, o foco deve estar sempre no futuro. Como o progresso continua a fazer o seu caminho e novos desafios são-nos continuamente apresentados, as metas e objetivos devem ser capazes de evoluir em conformidade. 

 

Competências interpessoais

A inteligência emocional desempenha um papel primordial para poder permanecer com sucesso à frente de uma organização. Por esta razão, a inteligência artificial também deve figurar entre as principais características de um bom líder. Isto inclui a capacidade de comunicar de uma forma assertiva e permitir que a comunicação flua em diferentes direções; ter empatia, ser capaz de entender a realidade de cada pessoa; ter a capacidade de identificar as emoções e estados de espírito dos outros, ser capaz de motivar e estabelecer expectativas em conformidade; gestão emocional e a capacidade de estabelecer ligações com a equipa, de modo a conduzir a mesma com sucesso a partir do interior da organização.

 

O sucesso de qualquer organização pode ser condicionado por estes cinco fatores. Se estes fatores ainda não estiverem presentes na sua seguradora, chegou a hora de passar à ação.

Interessad@ na transformação digital do teu negócio? Contamos-te como o fazer

Ver mais

Temas chave

INFOGRAFIA

Infografia – Redes Sociais e Mediação de Seguros

Trazemos para você uma nova infografia: Redes Sociais e Mediação de Seguros. Você pode baixá-lo em formato PDF e JPG.

23 May 2022

Ler mais

PÍLULAS DE CONHECIMENTO

A filosofia customer centric: O cliente em primeiro lugar

Customer centric é uma técnica que analisa os processos de compra, centrando-se no cliente. Porque é que deve implementar a…

9 May 2022

Ler mais

PÍLULAS DE CONHECIMENTO

Automatização de Processos de Marketing

Uma das ferramentas disponíveis para a melhoria da gestão das relações com o cliente é a automatização dos processos de…

28 April 2022

Ler mais